Skip to content

Download E-books O Moleque Ricardo PDF

By José Lins do Rego

About the writer (from Goodreads):

José Lins do Rego Cavalcanti (July three, 1901 in Pilar Paraíba - September 12, 1957 in Rio de Janeiro) was once a Brazilian novelist such a lot recognized for his semi-autobiographical "sugarcane cycle." those novels have been the root of movies that had distribution within the English talking global. besides Graciliano Ramos and Jorge Amado he stands as one of many maximum regionalist writers of Brazil. in response to Otto Maria Carpeaux (Brazilian literary critic), José Lins was once "the final of the tale tellers". His first novel, Menino de Engenho ("Boy from the plantation"), used to be released with trouble, yet quickly it obtained praised through the critics.

Sobre o livro:

Nascido no Engenho Santa Rosa, no inside de Pernambuco, o “moleque de eito” Ricardo tinha poucas perspectivas de ascender na vida. Aos sixteen anos, inconformado com seu destino, ele make a decision fugir para Recife e começar uma nova vida longe da roça.

Na capital pernambucana, Ricardo consegue encontrar um emprego. Porém mais do que trabalhar em troca de um salário, suas novas experiências incluem a descoberta do amor e da militância política. No entanto, o que parecia uma porta para a liberdade acaba em tragédia, com a prisão do rapaz na Ilha de Fernando de Noronha.

Primeiro romance de José Lins do Rêgo escrito em terceira pessoa, O moleque Ricardo tem um strong point cunho político. A trajetória do negro de engenho que busca uma nova vida na cidade, sem sucesso, reflete a lógica da cultura nordestina de que o trabalhador “alugado” tem melhor condições de vida do que o proletário urbano.

Show description

Read Online or Download O Moleque Ricardo PDF

Best Literature books

Oliver Twist (Penguin Classics)

A gripping portrayal of London's darkish felony underbelly, released in Penguin Classics with an advent through Philip Horne. the tale of Oliver Twist - orphaned, and set upon via evil and adversity from his first breath - stunned readers whilst it was once released. After working clear of the workhouse and pompous beadle Mr Bumble, Oliver reveals himself lured right into a den of thieves peopled through brilliant and remarkable characters - the crafty Dodger, vicious burglar invoice Sikes, his puppy Bull's Eye, and prostitute Nancy, all watched over via crafty master-thief Fagin.

The Brightest Star in the Sky: A Novel

A wry and life-affirming tale-and the Irish literary star's newest manhattan occasions bestseller. Marian Keyes's inimitable combination of rollicking humor, bubbling prose, and attractive tales that care for real-life concerns have received readers all over the world. corresponding to the blockbuster motion picture Love, really, her new novel The Brightest megastar within the Sky, good points seven friends whose lives develop into entangled while a sassy and prescient spirit descends on sixty six famous person highway to greatly rework not less than one person's lifestyles within the Dublin city apartment.

The Night Before Christmas (Penguin Christmas Classics)

One among six cherished Christmas classics in collectible hardcover editions Written in 1831 by way of the daddy of Russian literature, this uproarious story tells of the blacksmith Vakula’s conflict with the satan, who has stolen the moon and hidden it in his pocket, permitting him to wreak havoc at the village of Dikanka.

The Little Prince

Few tales are as broadly learn and as universally loved by means of little ones and adults alike because the Little Prince. Richard Howard's translation of the liked vintage superbly displays Saint-Exupéry's special and proficient kind. Howard, an acclaimed poet and one of many preeminent translators of our time, has excelled in bringing the English textual content as shut as attainable to the French, in language, kind, and most vital, spirit.

Extra info for O Moleque Ricardo

Show sample text content

Estou fazendo de brincadeira. — A gente está é conversando besteira — dizia Deodato. — Olha, Ricardo, european estava perguntando a Deodato o que é que ele queria se o operário tomasse conta. — Tomasse conta de quê, Simão? — Do mundo. Os outros se riam. — Pois vamos. O que é que você queria, Deodato? — Homem, european nem sei. Há tanta coisa boa. — E você, Ricardo? O moleque só fez rir. — Vocês cuidem do serviço, que é melhor. — Diz lá, Deodato. O que é que tu querias? — É capaz de Deodato só querer encher a barriga. — Você é besta, Simão. — A barriga a gente enche com farinha e água. Nem sei mesmo o que queria. — Isto é conversa de menino — dizia seu Antônio. — ecu vou lá botar o pensamento em vão. Aí Deodato perguntou: — E tu, Simão, o que é que queria? — ecu só queria uma coisa. — Qual é? — european queria seu Alexandre para ficar com ele uma semana. — Pra quê? — Ora pra quê! Botar o cabresto no bicho e escanchar nele. De esporas nos pés. Seu Antônio abriu numa risada. Todos se riram. Seu Alexandre de quatro pés com Simão em cima. O masseiro com o patrão no rebenque. — Só coisa de doido — comentou Deodato. — ecu não queria aquele peste nem pra cavalo. Seu Antônio intervinha: — Vocês maltratam demais o Alexandre. Ele não é ruim assim. — Seu Antônio, o senhor é patrício. — Não senhores. Não é por ser patrício. Há por aí muito proprietário de padaria em piores condições que o Alexandre. E não são portugueses. O Alexandre o que é é um estouvado. — Qual nada, seu Antônio. O senhor está dizendo isto porque tem vergonha dele — respondia Simão. — Não é verdade. Tenho patrícios por aí que não valem nada. Gente ruim há por toda a parte. Seu Alexandre veio chegando para fazer os pagamentos: — Estou com os ouvidos moucos de ouvir reclamações da freguesia. Todos os dias me chegam com “o pão está mole, o pão está assim”, a “bolacha se quebrando”. O que há de melhor ecu ponho aqui na padaria. Nem podem se queixar do fabric. O que há é muito relaxamento. Os homens amassavam farinha. Seu Antônio inchando para um canto. O patrão botou o salário dos homens em cima da mesa e foi-se para a cama esperar a madrugada. Aos sábados dormia mais tarde. Tinha que botar em dia as contas da freguesia, fazer os pagamentos, saber de quanto dispunha para o depósito no Banco Ultramarino. Agora, com esta história de revolução, os lucros não compensavam bastante. Sobrava pão, os pãozeiros se descuidavam. E as desculpas de pagamento eram mais razoáveis. “Tudo parado”, “Ninguém faz nada”, “Venha para o mês”, “O Tesouro só faz pagamento no dia tal”. Seu Alexandre maldizia os políticos. A mulata period um gastar sem dó. Casa cheia de moças dos arredores. Para ela period uma honra merecer confiança das famílias do Chapéu de Sol. Quando ia para o cinema do Espinheiro, period sempre com uma ou duas convidadas. O macho que gemesse. Seu Alexandre quis que ela viesse para dentro de casa para ser a senhora onde mourejara a d. Isabel. Ela rejeitou as regalias. No Chapéu de Sol se dava mais e os violões e as visitas lhe regalariam melhor a vida. Quantas vezes o vendeiro não fizera força para deixar o vício?

Rated 4.68 of 5 – based on 19 votes